PalavrAcolhida

Colhendo e acolhendo palavras

Arquivo da categoria: Vivências cotidianas

CORES-AGEM

“Viver é melhor que sonhar” diria Elis Regina. A vida acontece na vida, passar a vida pensando é como ensaiar a existência. O pensamento é o adversário mais cruel da … Continuar lendo

31 de julho de 2018 · Deixe um comentário

Me distraio com Borboletas

“Se distrai com qualquer borboleta que passar”, sou dessas. Essa bailarina com asas quando se apresenta tem platéia garantida. E sei que não estou sozinha, bem por isso esta associada … Continuar lendo

17 de julho de 2018 · Deixe um comentário

Já sei!

Onde foi que nos perdemos e que passamos a acreditar que inteligência é nota boa ou falar bonito?  Os conceitos de inteligência emocional, resiliência desconstroem a ideia de que ser … Continuar lendo

18 de janeiro de 2018 · 1 comentário

Viva o Luto – Descansa em Paz

Viver é perder. A cada não que nos é dito, a cada privação,  nos preparamos para as grandes perdas que teremos no caminho. Pessoas que foram poupadas de perder, muito protegidas … Continuar lendo

22 de outubro de 2017 · Deixe um comentário

A Neurótica – Pedra do Sol

Um sol de cegar os olhos! Sentada na praça, tão atordoada quanto a multidão que ali passava. Mas não era isso que justificava sua cegueira daquele dia. Se era olhar … Continuar lendo

1 de outubro de 2017 · 2 Comentários

Manejo das Importâncias

Não existe ato que não seja impulsivo, até pensar muito sobre algo é uma impulsividade. Somos eternos imprudentes. As significações vão aparecendo depois, naquele passo para trás para poder ver … Continuar lendo

10 de setembro de 2017 · 4 Comentários

Copo Meio Vazio

Junto comigo, na sala de espera do hospital havia um senhor que iria operar o joelho, primeira anestesia geral da vida daquele homem. Eu, com supostamente metade de sua idade … Continuar lendo

23 de julho de 2017 · Deixe um comentário

O MURO DAS PALAVRAS ABAFADAS

“Uma imagem vale mais que mil palavras” nos diz Confúcio, filósofo chinês. Esse dito que já virou mantra popular revela uma verdade mas esconde uma outra versão: uma imagem nos … Continuar lendo

4 de junho de 2017 · Deixe um comentário

A Neurótica – Turmalina

Quem choraria minha morte? Uma pergunta que a Neurótica sempre se fazia como uma tentativa de medir sua importância nesse mundo, tão cheio e tão ruidoso. Justamente ali onde o … Continuar lendo

13 de abril de 2017 · Deixe um comentário

Velório em Festa

A próxima da fila era eu, certamente. A última de minhas amigas de nossa geração havia acabado de falecer de infarto fulminante. Coitada! Me corrijo prontamente em pensamento, coitada nada! Essa sim … Continuar lendo

9 de fevereiro de 2017 · Deixe um comentário

Um lugar chamado Vó

Algumas avós são mães com açúcar e muito mais…. O tempo que vira sabedoria, cresce feito fermento com o que ensina, deixa muita gente mais doce, macia e porosa. Algumas … Continuar lendo

30 de janeiro de 2017 · Deixe um comentário

Amanhã pode ser outro dia

Jogada no sofá no auge de seus três anos de idade, sem muito entender sobre o desenho que assistia, apenas ria muito com os tombos dos personagens na neve, dos ataques … Continuar lendo

8 de janeiro de 2017 · Deixe um comentário

Vai como Pode e Deixa falar

“Não permito que nenhuma reflexão filosófica me tire a alegria das coisas simples da vida” (FREUD, S.) As escolas de samba e o carnaval passaram a se tornar uma importante … Continuar lendo

9 de fevereiro de 2016 · Deixe um comentário

Una Personalidad muy Propria

Quando chegou, há quase 17 anos, a criadora acreditou que não iria “vingar”. “É muito pequena, se não sobreviver pode vir pegar outra.” No desejo da nova família, ela era … Continuar lendo

5 de janeiro de 2016 · 1 comentário
Anúncios