Aprender a amar é tentar prender o amor

Porque amar é verbo que não se prende a sujeito e nem ao tempo da conjugação

O amor não prende, é ligação, é impermanência no coração

Amor não tem duração mas tem seus próprios tempos.

O amor desprendido é aconchego em dias de tormenta.

É resistência em meio a indiferença

Esperança por dias melhores

Se a esperança é a última que morre é porque o amor está aqui

O dia que ele não resistir

A esperança morre de desgosto e inanição

O Amor é raiz

Por isso flores, podem cair

Que venha a próxima estação

Essa de deixar ir

Para que o novo possa vir

Eduarda Renaux

20.03.2019

#outono #novaestacao #anonovo #palavracolhida #raizdoamor